segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O Sentido da Vida

- Não existe nada material nesse mundo, que o dinheiro não possa comprar.
- Como não? Aposto que não há um preço definido para um foguete, tipo aqueles ônibus espaciais americanos!
-  42 milhões de dólares. Foi esse o preço pago pelo Discovery em 2008.
- Sabichona... o que me diz então de um estádio de futebol? Você nem entende de futebol!
- Tem razão, odeio futebol. E odeio o Corinthians! Mas sei que o estádio olímpico de Londres está à venda. Tem 35 milhões de libras sobrando aí? Pois é esse o preço que vale!
- Uau, não sabia.
- Eu sei!
- Tudo bem, tudo bem. Quanto custa uma ilha?
- A do Schumacher custou 7 milhões de dólares. Tem algumas mais caras!
- E um trem bala?
- 33,1 milhões de reais.
- Trono de ouro do papa?
- 26 milhões de dólares.
- Um dragão?
- O de Komodo tem na internet, custa 200 pratas!
- O significado da vida?
- Ok, você apelou, estávamos falando de coisas materiais!
- Desculpe.
- Mas pra sua informação, em 2007 o sentido da vida foi leiloado no ebay, e arrematado por 10 dólares e 50 centavos!
- Que loucura.
- Nem tanto. O dinheiro compra tudo.
- Nem tudo. O dinheiro não compra o amor.
- Você está apelando de novo. O amor não é matéria. E nem tem no ebay!
- Como ousa dizer que o amor não é matéria? O amor é matéria sim! Pelo menos o que sinto por você. Ele está aqui, comigo, preso à mim. Ele ocupa um grande espaço na minha vida, espaço este que jamais poderá ser ocupado por outra coisa qualquer. E a maior prova de que este amor é matéria, é que quando você foi embora e o levou para longe, tudo o que sobrou em mim foi um imenso vazio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário