terça-feira, 11 de outubro de 2016

Rebaixado

Hoje,
adiro o solo
como a cola
que me calas.

Por um mundo
sem lombadas,
buracos,
valetas e valas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário