quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Aleatório

Tenham calma. A vida não é difícil. Ela apenas é aleatória. Também não se trata de sorte ou de azar, não quero dizer que seja loteria... Mas sim, a vida é aleatória. Em suas espirais de elementos, cíclicos entre os ciclos de vida que entramos e saímos, pairam sobre nós por vezes os cortes e as dores, pra que a gente perceba com mais clareza os sorrisos e amores e pra que, sobretudo, sejamos mais gratos por eles quando neles estivermos. Acredito que o bem e o mal que fazemos podem realmente definir os nossos caminhos, mas nada disso vem em resposta imediata: a vida é a aleatória e de vez em quando nos estapeia, mas de maneira equivalente quase todo ano nos surpreende positivamente. Então, clamo por usa paciência. Se algo está doendo, por favor, tenha calma. A vida é confusa, aleatória, mas não é injusta. Porque a chuva cedo ou tarde para, mas o Sol é uma certeza diária. Às vezes perdemos a conta de quantas vezes em um dia ou em um mês tivemos vontade de chorar. Uma triste carta, uma despedida, um número vermelho... Tempestades. Mas isso não é sina, isso não é fardo, nunca creia nisso, porque a vida é apenas aleatória. Uma demissão, um carro batido, um animal de estimação doente, ou um parente que se vai... Esses pequenos fragmentos da vida são tão aleatórios e suas dores primordialmente passam. Os ciclos se encerram e se renovam. Ficam marcas, mas de maneira aleatória, a vida nos renova. Um belo dia a gente vai ligar a TV e assistir a uma tragédia tão imensurável e aleatória, que juntamente com a tristeza indescritível que ela trás, terá de vir também a gratidão. Na fase mais complicada de nossas vidas, temos que agradecer por tê-las. Simplesmente, levantar as mãos e agradecer. Aqui estamos, nesse mundo, pra sermos o melhor que pudermos. E seremos! Porque os nossos pequenos problemas aleatórios passarão. E quem sabe se assim que fizermos isso, agradecer perante um corte ou uma dor, numa resposta também aleatória, a vida não nos presenteie com um sorriso ou um amor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário